fbpx

Publicações

Pecuarista: não deixe a seca atingir seu bolso!


29/05/2019

Dias mais curtos, temperaturas mais baixas e chuvas escassas: o período da seca que, no Brasil Central, geralmente se inicia entre meses abril / maio e se estende até outubro / novembro pode representar perigo para alguns pecuaristas.

Isso porque esse período de 5 meses tido como o gargalo da pecuária de corte é que determina a eficiência de desempenho zootécnico do rebanho no Boitel, como idade de abate, taxa de natalidade e produção de @ por hectare ao ano.

Seca: prejuízo para o sistema de pastagem!

E é aqui que vem a dúvida: como se prevenir e poupar seu rebanho e seu bolso durante o tempo em que a pastagem passa a perder seu valor nutritivo?

Confinamento: a saída ideal!

Para não ter que enfrentar queda na produção e dissabores econômicos, o sistema de confinamento é uma excelente alternativa adotada em vários países.

Ao confinar seu rebanho no Boitel Chaparral o produtor passa ter a garantia de engordar o animal para o abate em bem menos tempo: enquanto a pecuária a pasto apresenta resultados em 36 meses, no confinamento o tempo médio para a engorda de uma boiada (do nascimento ao abate) é de 24 meses!

O tempo de permanência no Boitel, geralmente, é de 90 dias. Nesse período os animais são tratados por zootecnistas e equipe especializada, recebem alimentação balanceada e passam por rigoroso controle para garantir a sanidade e bom acabamento de carcaça.

Dessa forma o produtor não precisa vender seus animais por um preço abaixo do valor de mercado, evitando prejuízos e garantindo seu lucro com bonificações!